Workshop holandês “Cidades Resilientes, Cidadãos Inteligentes” acontece no Rio de Janeiro

O workshop holandês “Cidades Resilientes, Cidadãos Inteligentes” conta com oficina e seminário no consulado do Rio de Janeiro para discutir o futuro sustentável da sociedade

A Holanda, depois de ter assumido a presidência da União Europeia, vem realizando uma série de atividades ao redor do mundo para discutir assuntos importantes da agenda global. No seu consulado carioca eles irão realizar o evento SMART CITIZENS, RESILIENT CITIES (“Cidades Resilientes, Cidadãos Inteligentes”), com a ocorrência de uma oficina e um seminário para discutir temas atuais de extrema importância para a nossa sociedade.

A atividades ocorrerão entre os dias 9 e 16 de maio, no IED – Instituto Europeo di Design, que fica localizado no antigo prédio do Cassino da Urca, e no Olabi, em Botafogo.

 

O programa – Smart Cities

A programação desse evento foi criada em parceria do IED (BR) e da Waag Society (NL), com colaboração do Consulado da Holanda no Rio de Janeiro e da Prefeitura do Rio.

Todo o projeto foi financiado pelo Consulado holandês e o Dutch Culture (NL), com contribuições extras do IED, do Olabi , da FGV-DAPP, da Swissnex, do British Council,  do Inovar Noruega e do Consulado Italiano.

 

Workshop Smart Citizens, Resilient Cities – 09 a 13 de maio

Para o evento foram convidados mais de 40 participantes entre designers, tomadores de decisão, cidadãos, empresários e organizações da sociedade civil para mergulhar na experiência de desenvolver cidades mais resilientes e inteligente.

A proposta desse workshop, ministrado em inglês, levar seus participantes a criar, prototipar e desenvolver ferramentas próprias de medição da qualidade da água, do ar e do som, a partir da visita a diversos pontos da cidade. Quem participar terá de construir seus próprios sensores de componentes de hardware open source e fabricarão as engrenagens que ajudarão a interpretar os dados e cumprir a missão.

No final desse workshop eles estarão capacitados para medir e interpretar os principais parâmetros ambientes, além de estarem aptos a continuar com esse tipo de ação ou treinar novas pessoas para realizar. Todos os participantes se tornarão membros de uma rede global de “cidadãos inteligentes”, reconhecidos por serem agentes da mudança e realizadores de ações de alto impacto nas comunidades, empresas e instituições que representam.

Esse workshop é bem amplo e envolve tecnologia de sensores, fabricação digital, análise de dados e ativismo ambiental. Os participantes serão capacitados por experientes nomes do mercado, incluindo especialistas de visualização de dados de FGV_DAPP e da fabricante top-notch da Waag Society.  Os participantes terão acesso aos IED Labs e o Olabi FabLab quando precisarem durante todo o tempo do workshop.

 

Seminário – 16 de maio

Em contraste com a imersão e abordagem prática do Workshop, o seminário que acontece no dia 16 de maio tem como objetivo servir de resumo para toda a experiência criada nesse projeto, sendo demonstrada através da troca de experiências e visões de vários países e cidades. Como forma de nortear a condução do seminário, o tema do empoderamento do cidadão será tratado de forma a analisar as ferramentas necessárias e como viabilizar a interação com gestores da área social, ambiental e, principalmente, política. Essa será a base para um processo construtivo de tomada de decisão política de caráter inclusivo, contribuindo para o desenvolvimento sustentável ao redor do mundo.

Para quem quiser mais informações, pode consultar o site do evento: http://resilientcities.com.br/

 


 

[app-download][/app-download]